As vítimas

As vítimas desse ato monstruoso são pessoas comuns, como você. Alguns moram no bairro há mais de 30 anos, na tradicional Rua Felício dos Santos (rua da feira), àrea estritamente residencial.

No tempo em que o hotel era chamado de “Hotel dos Descasados”, uma boa conversa entre vizinhos resolvia qualquer conflito; por isso, nenhum deles jamais imaginou ser vítima de uma ação judicial manifestamente infundada, sofrendo o constrangimento de ser procurado por um Oficial de Justiça em pleno Sábado pela manhã.

Os moradores queriam apenas protestar contra o barulho. O Advogado da AMAST e vizinho, que não mora no local, ofereceu ajuda. Foram todos alvo de ação judicial que lhes suprimiu o sagrado direito de manifestação, reconquistado a duras penas pela Constituição de 1988.

Por incrível que pareça, a maior parte dessas pessoas não se opôs à instalação do hotel, acreditando que seria algo positivo para o bairro. Alguns foram até contra a posição da AMAST, que à época da demolição criminosa do hotel, combatia e denunciava as irregularidades.

Como a AMAST não tem interesses políticos, e busca apenas a defesa permanente do bairro, não houve ressentimentos. O sofrimento dos moradores da rua Felício dos Santos, no bairro de Santa Teresa, é o sofrimento de todos os moradores e amigos, e conta com o apoio da associação desde sempre.

SE O BAIRRO É NOSSO, A LUTA É NOSSA!

Anúncios

One response

12 10 2012
christiane Caetano

Sou mais uma vítima do Hotel. Tenho um apartamento no edificio da Almirante Alexandrino, ao lado do hotel. Como muitos em santa Tereza, é um apartamento no subsolo, mas voltado para a rua Felicio dos Sanos, E tem todas as suas janelas voltadas para um terraço que é voltado para a Felício. O hotel comprou a casa número 15 da rua e, além de praticamente destrui-la, como fez com o Hotel dos Descasados, está construindo um anexo que vai passar um metro do meu parapeito, e ocupa todos os 10m do terraço, o que significa que serei emparedada/enjaulada.
Mais uma vez eles demonstram total descaso com a vizinhança. O anexo tem três pavimentos, com pé direito de 3m, se construissem com 30cm menos/cada, não causariam essa enorme falta de respeito.

Christiane

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: